top of page

A vida continua logo depois da curva


Crédito ShutterStock | Design de referência ao buraco negro Gargantua no filma Interstellar

A física moderna da relatividade defende a ideia de que a matéria não pode ser concebida sem o seu componente temporal. Ou seja: o tempo é percebido como a quarta dimensão espacial e passa a ser representado por uma curva em vez de uma reta. Quem assistiu ao filme Interestelar consegue visualizar isso de uma forma bem simples – a ideia de que a curva do tempo permite o encontro entre o passado e o futuro, e que o presente deixa de ser representado apenas pelo instante.


De certa forma, estamos vivendo isso agora, presos no tempo de ação da curva de contaminação da COVID-19. O movimento dessa curva define nosso presente e nosso futuro. Aguardamos seu achatamento para sair com segurança e retomar nossas vidas.


Retornaremos, com certeza. A circularidade do tempo que a física moderna defende nos garante isso. E se a física também fala que é possível interferirmos no tempo, nossas ações agora definirão a forma como nos reencontraremos com o futuro.



Adote atitudes positivas quanto projetar sua volta às atividades presenciais. Pense no seu ambiente de trabalho de antes e veja como pode manter a dinâmica de interatividades, considerando as limitações que serão parte do novo normal.


Somos um povo expansivo, que se manifesta por meio de gestos, abraços e beijos, mas cumprimentar tocando cotovelos ou pés não é supercriativo? Tudo bem que a pausa para o café na copa era também um momento de aproximação, no entanto posicionar a máquina de café em um espaço mais amplo não é capaz de aproximar um número maior de pessoas? Assim por diante, encare as novidades como sempre encarou seus desafios diários e verá que tem resiliência suficiente para produzir e ser feliz. Agora, como antes e sempre.


Vá exercitando, pois o tempo do retorno se aproxima e a vida já desponta nova logo depois da curva.

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page